CURSO ELABORAÇÃO DE PLANO DE SEGURANÇA ORGÂNICA EM FLORIANÓPOLIS/SC

O curso aborda conhecimentos fundamentais para elaboração e implementação de um Plano de Segurança Orgânica em organizações públicas e privadas. Com o enfoque da visão sistêmica de segurança, o curso abrange os diversos conjuntos de medidas de segurança orgânica necessários à salvaguarda e proteção de uma organização e seus integrantes. No decorrer do curso o participante realiza exercícios, utiliza modelos de documentos e aprende a estruturar um PSO, adequado às características e especificidades de sua organização, elaborando minutas para posterior utilização.
O programa do curso é direcionado para profissionais de Segurança de organizações públicas e privadas que desempenham funções de direção, gerência, chefias, coordenadorias, assessorias de Segurança, assim como agentes, analistas e técnicos de Segurança e Inteligência.
É direcionado, também, para profissionais de atividades correlatas, como, corregedoria, controle interno, auditoria e, pela relação e abrangência do assunto, profissionais da área de planejamento estratégico.




AGEMPU e Entidades Representativas do MPU e CNMP se reúnem com SG

Na manhã desta quinta-feira (06) o Coordenador-Geral da AGEMPU, Fernando Belchior, se reuniu com o Secretário-Geral do MPU, Alexandre Camanho, a Secretária-Geral Adjunta Eloá Todarelli e demais Entidades Representativas do MPU (SINDMPU, ASCNMP, ASMPF e ASEMPT). O objetivo foi de apresentar, formalmente, o pleito da categoria referente à recomposição inflacionária anual na remuneração dos servidores.

De acordo com Fernando Belchior, “apesar do último reajuste salarial, não houve qualquer atualização da remuneração dos servidores, sendo necessário o esforço conjunto de todas as entidades representativa do MPU sediadas em Brasília, para que haja a recomposição inflacionária da remuneração dos servidores do MPU”. 

“Nesse sentido a AGEMPU protagonizou o diálogo com Administração Superior para que se firme o índice do IPCA da Inflação anterior como forma de reajuste para reconhecimento de uma data base de recomposição para os servidores do MPU, ESMPU e CNMP” completou Belchior.

Em anexo o requerimento Protocolado.

REQUERIMENTO




ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

CONVOCATÓRIA DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA                              

A Diretoria Colegiada da Associação dos Agentes de Segurança Institucional do MPU e CNMP (AGEMPU), conforme disposto no Estatuto nos Art. 10-A, Art. 11, Art. 12, Art.14, Art.18 e Art.19, convoca todos os associados para se reunirem em Assembleia Geral Extraordinária, no dia 31 de maio de 2019, na sede desta Associação, situada SAF SUL Quadra 04 Lote 03 Bloco B Subsolo – DTI – Brasília, com a seguinte pauta:

 

1 – Aposentadoria Especial

 

2- Contratação de Serviço

  A Assembleia será iniciada às 12:30, em primeira chamada. Não havendo quórum, iniciará às 13:00 no mesmo local, com qualquer número de associados.

 

Brasília-DF, 29 de maio de 2019.

DIRETORIA COLEGIADA

 




Articulação no Congresso pela aposentadoria especial dos Agentes de Segurança do MPU não para.

Na tarde desta terça-feira (21),
a AGEMPU voltou aos trabalhos na Câmara dos Deputados pedindo apoio dos
parlamentares para assinatura da emenda que inclui os agentes de segurança do
MPU no regime previdenciário similar aos da força de segurança do Poder
Executivo e do Poder Legislativo.

 A AGEMPU articula para correção da distorção
de que apenas a força de segurança do Poder Judiciário e do Ministério Público
estão fora da proposta de emenda à Constituição que trata da reforma da
previdência.

Nas palavras do Coordenador-Geral,
Fernando Belchior, “nossas atribuições, como a proteção de membros ameaçados, a
participação em forças tarefas, regime de trabalho em sobreaviso, desgaste
físico e mental, Localização de pessoas e levantamento de dados, imagens e
informações diversas, além de outras, atividades, incluem o risco de morte,
justificante da aposentadoria especial”.

Nosso trabalho está cada vez mais
difícil. Temos tido cada vez mais dificuldade em coletar assinaturas.
Precisamos atingir nossa meta de 250 assinaturas, considerando uma margem de
erro sobre as necessárias 171 assinaturas prevista no regimento da Câmara,
perante a comissão especial. Hoje coletamos apenas 7 assinaturas dos deputados
Marcelo Nilo (GAB 520), Bohn Gass (GAB 468), Aj Albuquerque (GAB 708), Schivianato
(GAB 746), Cathedral (GAB 280), Fed Ricardo Guidi, Dr. Jaziel (GAB 705).

Assim, chegamos a 171 assinaturas. Se o prazo não tivesse sido prorrogado até o dia 30 de maio não teríamos conseguido. Precisamos do apoio de todos os associados fazendo pressão sobre seus deputados nos estados. Isso facilita nosso trabalho e potencializa a margem de êxito. Vamos juntos. Conclamamos que não parem de articular.




Primeiro debate entre candidatos à lista tríplice para Procurador-Geral da República – Belém

A AGEMPU participou, nesta segunda-feira (20) do “Primeiro debate entre candidatos à lista tríplice para Procurador-Geral da República – Belém” promovido pela ANPR – Associação Nacional dos Procuradores da República.

A
finalidade da participação foi enriquecer o debate levando também demandas e
questões de interesse dos servidores e conhecer a apresentação de plataformas
de propostas dos candidatos. A AGEMPU assumiu o papel de representar a união das
associações, reunidas em conjunto para o encaminhamento de pautas coletivas de interesse
dos servidores.

Duas perguntas encaminhadas pela AGEMPU foram sorteadas. Uma referente ao teletrabalho para servidores e membros. Outra, mais regionalizada sobre o tema do desenvolvimento nacional e da proteção ambiental.

Segundo
o Coordenador-Geral da AGEMPU, Fernando Belchior, “gostaríamos que perguntas
mais específicas da área de Segurança tivessem sido selecionadas, esperamos que
nossa demanda chegue aos candidatos nos próximos encontros.”

No
evento, os Coordenadores da AGEMPU, Fernando Belchior e Jackson Abreu, se
apresentaram à nova diretoria da ANPR. O Dr. Fábio George Cruz de Nóbrega, novo
Presidente da ANPR, firmou compromisso de buscar o diálogo entre as entidades para
caminhar na construção do bem comum do MPU.




Aposentadoria especial: a articulação na Câmara dos Deputados não para!

Nessa quinta-feira, 16/05, os coordenadores-gerais da AGEMPU, Fernando Belchior e Rogério Marques, juntamente com Agentes de Segurança do Poder Judiciário, Hipólito Cardozo e Luiz Miranda, estiveram reunidos com o Dep. Nicoletti, do PSL de Roraima -RR. A reunião aconteceu através do apoio do associado Ricardo Honorato.

A reunião foi muito produtiva e estratégica, considerando que o parlamentar é membro da Comissão Especial que analisará as emendas. Nesse sentido, a AGEMPU, na medida em que busca o atingimento da meta das 171 assinaturas, busca também criar as melhores condições possíveis para a próxima etapa, ou seja, a tramitação da proposta de emenda que busca a aposentaria especial da categoria. Ao todo, a AGEMPU e a AGEPOLJUS já conseguiram 166 assinaturas.

Nas palavras de Fernando
Belchior, “é fundamental construirmos apoio dos membros da Comissão
Especial para que o pleito dos Agentes de Segurança do MPU e PJU seja conhecido
por todos deputados”.

Lista atualizada de apoios à proposta de Emenda da AGEMPU/AGEPOLJUS: (atualizado em 16/05/2019 às 17:16):




Reunião com Dep. Lincoln Portela: alcance da meta de assinaturas é possível

Todos juntos pela aposentadoria especial dos agentes de
segurança do MPU e PJU

Meta:
171 assinaturas. Objetivo: garantir a emenda da aposentadoria especial para os
agentes de segurança do MPU e PJU. O trabalho prossegue na Câmara dos Deputados
durante toda a semana. Ao todo, a AGEMPU e a AGEPOLJUS já conseguiram 99
assinaturas (relação de apoios abaixo).

Nessa
quarta-feira, 15/05, em reunião com o Dep. Lincoln Diniz Portela ficou bem
claro que o objetivo ainda não foi atingido, mas que ele é possível sim. O
deputado, além de consignar o seu apoio, deu dicas valiosas sobre os caminhos a
serem seguidos para que a meta seja alcançada, bem como os encaminhamentos
necessários nas sessões regimentais que seguirão no Congresso.

Fernando Belchior, Coordenador Geral da AGEMPU, avalia que “estamos muito próximos de dar um salto qualitativo nas nossas reivindicações, mas a categoria precisa atuar também nos estados, ligando, enviando e-mail e falando pessoalmente com os deputados em busca de apoio à inclusão dos agentes de segurança do MPU e PJU dentre as categorias de risco sobre as quais ensejam a aposentadoria especial. O exemplo do associado Marcelo Falconi, que articulou a reunião com o Dep. Lincoln precisa ser seguido e multiplicado por todos”. 

Confiram os apoios até o momento (atualizado em 15/05/2019 às 16:00):




URGENTE

A AGEMPU convoca todos os Agentes de Segurança Institucional para atuarem no pleito de inclusão dos Agentes do MPU no rol das categorias que serão contempladas com a Aposentadoria Especial.

Contamos com a participação de todos. Nos Estados, pedimos aos colegas que busquem apoio de parlamentares, numa abordagem pessoal. Em Brasília, presença dos Agentes em massa no Congresso Nacional, nos dias 14,15 e 16, no Anexo III da Câmara dos Deputados, a partir das 8 horas da manhã.

Apenas com apoio de todos os Agentes conseguiremos essa vitória. Estamos próximos de nossos objetivos, mas precisamos de empenho.

Entre em contato conosco.

(61) 32236707 (61) 32249273

Deputados que assinaram a proposta de emenda

Deputado Dagoberto Nogueira

Deputado Adriano do Baldy

Deputado Júlio Cesar Ribeiro

Deputado José Nelto

Deputado José Mario Schreiner

Deputado Maneca Filho

Deputado Uldurico Junior

Deputado José Medeiros

Deputado Júlio Delgado

Deputado Valmir Assunção

Deputado Abílio Santana

Deputado Valtenir Pereira

Deputado Gastão Vieira

Deputado Newton Cardoso

Deputado Moses Rodrigues

Deputado Damião Feliciano

Deputado Bosco Costa

Benedito Roberto Alves

Deputado João Carlos Bacelar Batista

Deputado Delegado Eder Mauro

Deputado Dr Leonardo

Deputado Deniz Bezerra

Deputado Vicentinho

Deputado Gilberto Abramo

Deputado Jefferson Campos

Deputado Carlos Evangelista

Deputado Subtenente Gonzaga

Deputado Carla Lambelli

Deputado Dr. Frederico

Deputado Renildo

Deputado General Peternelli




AGEMPU e Agepoljus uniram forças em defesa da aposentadoria especial dentro do Congresso Nacional

AGEMPU e Agepoljus estiveram hoje (09) na Câmara dos Deputados unindo forças para acelerar o processo de coleta de assinaturas em apoio à aposentadoria especial dos Agentes de Segurança Institucional do Ministério Público e dos Agentes de Segurança do Judiciário Federal.

Esse trabalho tem colhido resultados
devido ao apoio de alguns Agentes nos Estados.

É importante a participação de todos na construção do reconhecimento desse direito aos A.S.Is e conclamamos os Agentes a se empenharem na busca de apoio dos parlamentares nos respectivos Estados.

Cabe frisar que esse trabalho é
apenas o início, porque após essa etapa de inclusão de emendas ao texto da PEC,
haverá outras etapas igualmente importantes, em que os deputados deverão estar
comprometidos com a causa da carreira.

Juntos somos mais fortes!




A AGEMPU está participando do 10ª Congrejufe promovido pela Fenajufe, dos dias 27 de abril a 01 de maio.

Os coordenadores Gerais, Fernando
Belchior e Laercio Bernardes, estão participando da 10ª edição do Congresso
Nacional da Federação com o objetivo de atuar politicamente para apoio ao
segmento dos agentes de segurança do Poder Judiciário, com o fim de conquistar
pelo menos uma vaga como coordenador da Fenajufe. Essa cadeira permitirá haver
a representatividade do segmento na força sindical nacional, bem como
fortalecerá a atuação dos agentes junto ao congresso Nacional.

Os Agentes do Judiciário estão buscando
espaço na Federação de sindicatos para defesa da Polícia do Judiciário. A
AGEMPU está presente porque considera importante a parceria de uma categoria
simétrica aos agentes do MPU.

A Federação dos sindicatos do Judiciário
e Ministério Público da União (MPU) representa mais de 125 mil servidores. Esse
quantitativo dá força de negociação junto ao parlamento. A ocupação de uma
coordenação, além de recursos para a defesa do cargo, constituirá abertura
política em favor dos agentes de um modo geral. Como exemplo, esperamos em
breve a queda do limitador de 50% para liberação do porte de arma para os
agentes do Judiciário e MPU.  Laercio
Bernardes afirmou, ainda, que “estamos costurando apoio para a construção do
segundo Encontro Nacional dos Agentes de Segurança Institucional do MPU no
segundo semestre de 2019”.

O 10ª Congrejufe acontece até a manhã
desta quarta-feira.